Biogás

O biogás pode ser uma fonte de energia renovável e gerar outros benefícios para o meio ambiente

IAM+21 desenvolve projeto para uso do biogás na região da Amazônia

O uso de energias renováveis é uma das formas de se caminhar para uma economia mais sustentável, com respeito ao meio ambiente e redução da emissão de gases de efeito estufa. O Biogás, que é produzido a partir de matéria orgânica que está, por exemplo, nos resíduos do lixo urbano e da atividade agropecuária, pode ser uma fonte de energia renovável, além de proporcionar outros benefícios ao meio ambiente.

Considerando as características da Amazônia, o Instituto está desenvolvendo um projeto para o uso do biogás na região. Em Rondônia, por exemplo, o projeto identificou um potencial de geração de biogás de 382,5 milhões de Nm³/ano. A expectativa é que a produção movimente até R$ 1,2 bilhões em investimentos na implantação de plantas para produção de biogás.

“A produção de energia a partir do biogás fica mais relevante ainda diante do momento que estamos vivendo de crise hídrica. Essa diversificação da matriz energética se torna ainda mais importante”, afirma a advogada e consultora do IAMZ +21 Márcia Stanton

Obtenção do Biogás e benefícios

O biogás poderia ser obtido a partir de resíduos sólidos urbanos, bovinocultura de leite e de corte, laticínios e abatedouros de bovinos e pescados. E além de contribuir para a diversificação da matriz energética, possibilitaria economia no custo despendido com energia; seria uma forma de conversão de um passivo ambiental num ativo energético e assim protegeria os recursos naturais; ajudaria na redução da emissão de gases de efeito estufa.

O Biogás também poderia ser usado na fabricação de biofertilizante.
“Essa situação se replica em outros estados, nas capitais e cidades de porte médio com coleta de resíduos sólidos urbanos, e também regiões onde a atividade pecuária seja forte, pois o potencial de geração de biogás na pecuária é muito alto”, explica Marcia Stanton.

Saiba mais

Faça parte do Instituto Amazônia+21