abril 2, 2024

|

Programa Travessias: Impulsionando Startups Sustentáveis na Amazônia

ESCrito POR: Assessoria de Imprensa

compartilhe:

O programa “Travessias”, lançado pelo Instituto Amazônia+21, está em pleno desenvolvimento, marcando um esforço colaborativo na promoção do empreendedorismo e inovação sustentável na região Amazônica. Este projeto pioneiro se beneficia do convênio estratégico com o SEBRAE, por meio de seu programa Inova Amazônia, que foi criado para oferecer suporte a startups da região Amazônica.

Em 22 de Fevereiro de 2024, o Instituto Amazônia+21 deu um importante passo ao iniciar seu primeiro contato direto com as startups que emergiram do programa Inova. Este encontro online, promovido pelo Instituto, conseguiu reunir aproximadamente 50 participantes, marcando o começo de uma colaboração significativa. O evento foi planejado para esclarecer os processos de desenvolvimento previstos, anunciar encontros futuros e fazer as apresentações formais da equipe do Instituto às startups envolvidas.

Desde então, as startups têm recebido atendimento individualizado de especialistas em diversos campos, como finanças, impacto ambiental e social, ecossistemas, comunicação e estratégias de acesso a mercado. Essas sessões são essenciais para orientar cada empresa através do seu plano de trabalho individual, abordando elementos cruciais como captação de recursos, planejamento estratégico, fluxo de caixa, análise SWOT e matrizes de impacto.

Até o momento, foram realizados 46 agendamentos, com 14 atendimentos concluídos. As startups demonstram um forte empenho e buscam compreender melhor os aspectos do Programa Travessias, incluindo recursos disponíveis, modelos de negócios e prazos. Elas são orientadas sobre as melhores estratégias para captação de recursos e desenvolvimento de suas propostas de valor, com base em um planejamento detalhado que inclui orçamentos e objetivos claros.

“Os impactos positivos apontados pelas startups são notavelmente diversos ambiental e socialmente, como contribuição para a preservação e manejo de florestas, mitigação dos efeitos das mudanças climáticas, geração de trabalho e renda para comunidades extrativistas, e ampliação de mercados para os negócios amazônicos, aumentando a agregação de valor. Este esforço conjunto promove não apenas a diversificação de produtos e serviços, mas também fortalece o ecossistema empresarial na Amazônia.” – Bianca Naime, Especialista em Inovação e Sustentabilidade do Instituto Amazônia+21

As perspectivas futuras para as startups envolvidas são promissoras. Após as reuniões iniciais, elas receberão um parecer detalhado da equipe do Instituto sobre os próximos passos a serem seguidos, baseado em uma avaliação cuidadosa de seus estágios de desenvolvimento e áreas de assistência técnica necessárias. Este acompanhamento contínuo visa preparar as empresas para os próximos encontros e para a implementação eficaz de seus planos de trabalho. A jornada individualizada de cada startup, que inclui acesso a recursos da NewPar e a outros benefícios do programa, como eventos de networking e integração com o ecossistema de negócios, é estimada para durar cerca de um ano, com aproximadamente 3 a 4 encontros, dependendo das necessidades específicas e do progresso de cada empresa.

mantenha-se atualizado